Medida prevê, durante a piracema, a implantação do “pesque e solte” no Rio Aquidauana

29/05/2024 - Por: ASCOM - Visitas: 83

Compartilhe:

Estudos visando a implantação da modalidade “pesque e solte” no Rio Aquidauana foram sugeridos pelo vereador Reinaldo Kastanha (PSDB) ao secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação, Jaime Verruck, e ao  deputado federal Beto Pereira (PSDB)  por meio do ofícios de nº 070 e 071/2024  (Gabinete) apresentados em plenário.

Conforme justificativa do parlamentar, a medida poderia ser adotada, a exemplo de Corumbá, ou seja, o pescador fisga o peixe e, em seguida, o devolve com vida ao rio a fim de garantir a sua sobrevivência.

 Segundo esclarece o parlamentar, o pescador amador deve usar anzóis lisos, sem farpas, a fim de não ferir o peixe. Essa proposta, acrescenta, baseia-se em reivindicação dos profissionais e comerciantes do ramo pesqueiro e hoteleiro da região.

Além disso, completa, a medida visa promover o crescimento do turismo. Em  Corumbá, explica,  foi aprovado um decreto  com essa finalidade, ou seja, a implementação do pesque e solte, que nos dias atuais vêm contribuindo  com o  aumento de turistas na região.

“Por meio de um estudo técnico de especialistas locais e em nível estadual podemos ter êxito nessa proposta”, finaliza